21 de fevereiro de 2015

Segunda parte da Entrevista com Maria Eugenia puro luxo!


1)    A mulher de hoje divide o tempo entre casa, carreira e família e também sente a necessidade de se manter em forma. Existe alguma dieta que se adapte ao cotidiano corrido deste tipo de mulher? O que aconselharia?

Não existe nenhuma dieta específica quando se trata de uma pessoa saudável!  A melhor maneira é buscar entre todos os grupos alimentares o EQUILÍBRIO, a VARIEDADE e a MODERAÇÃO. Lembrando que as refeições devem ser feitas a cada 3 horas e a atividade física não pode ser esquecida.

2)     Pacientes que passam por um processo de grande perda de peso, geralmente não querem engordar novamente. Para esses pacientes específicos, você acha que eles conseguem viver de forma saudável?

A maioria dos pacientes que perdem muito peso permanecem com o peso adequado por muito tempo. Geralmente a pessoa com sobrepeso/obesidade continua com a “cabeça de gordo” e após um período ganham peso novamente. Por isso é tão importante o trabalho de Reeducação Alimentar e o tratamento multidisciplinar.
Uma minoria consegue manter o peso, mas muitas das vezes adquirem transtornos alimentares e hábitos alimentares incorretos desencadeando deficiências nutricionais, desse modo não conseguem ter uma vida saudável.

3)     Mesmo a mídia mostrando as modelos plus size, você acha que ainda o sonho de toda mulher e ser magra? Até quando ser magro é saudável? (Me de exemplos, tipo altura e peso ideal)

Não acho não. Mesmo porque cada pessoa tem um tipo físico e não tem como todo mundo ser igual. Estar um pouquinho acima do peso não traz prejuízos à saúde e a pessoa consegue ter uma vida normal.
Além do mais nem toda pessoa magra é saudável, pois esta pode ter uma genética favorável à magreza e no entanto ter vários problemas de saúde (diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia, etc.).
Vejamos alguns exemplos: IMC = Peso / Altura x Altura
Uma mulher de 1,60m pesando 58 kg. Seu IMC (Índice de Massa Corporal) é de 22,6 Kg/m² considerado Peso Normal.
Já uma outra mulher de 1,60m pesando 70 Kg tem o IMC de 27,3 Kg/m² considerado com Sobrepeso.
Outras duas mulheres com o mesmo peso 65 Kg e medindo 1,65m e 1,50m terão o IMC diferente:
Primeira – Est. 1,65m  e Peso 65 Kg tem IMC de 23,8 Kg/m² = Peso Normal
Segunda – Est 1,50m e Peso 65 Kg tem IMC de 28,8 Kg/m² = Sobrepeso


IMC (Kg/m²)
Classificação
≤ 18,5
Baixo Peso
18,5 a 24,9
Peso Normal
25 a 29,9
Sobrepeso
30 a 34,9
Obesidade Grau 1
35 a 39,9
Obesidade Grau 2
40 a 44,9
Obesidade Grau 3
≥ 45
Obesidade Mórbida

Atendo na IMED (Instituto de Medicina Avançada)
Rua Presidente Kennedy, 634. Centro. Telefone: 3331-0244
Nutricionista formada pela Unipac Barbacena / Pós graduada em Nutrição Clínica e Obesidade e Emagrecimento/ Personal Diet realizando atendimentos domiciliares




18 de fevereiro de 2015

Depois de um longo período de descanso e carnaval. Estou de volta com uma entrevista super bacana. Vou mostra-la por partes mas tenho o prazer de anunciar minha mais nova colaboradora a nutricionista Maria Eugenia  Castro. Nesta primeira parte da entrevista ela nos fala da profissão, dietas, reeducação alimentar
1)    Existe uma comparação errônea entre o nutricionista e o endocrinologista. Explique-nos a diferença e a importância do nutricionista.
Muitas pessoas confundem o nutricionista com médicos (endocrinologistas e nutrólogos). A diferença básica é que só o nutricionista pode passar dietas para o paciente. Os médicos não podem passar dietas, mas podem passar medicamentos e dar orientações sobre alimentação balanceada. Leia abaixo o que cada um faz:
• Nutricionista: é o profissional que cursou por cerca de 4 a 5 anos a faculdade de nutrição e que segundo a legislação é o único profissional a prescrever dietas, pois dentre estes 4 a 5 anos dedicou seus estudos apenas à alimentação humana, isso sem contar as possíveis especializações feitas após a graduação. O nutricionista após avaliação nutricional e diagnóstico clínico, prescreve um tratamento dietoterápico (cardápio e determinadas condutas de acordo com o objetivo), e se precisar lança mão também de suplementos e fitoterápicos. O nutricionista não pode prescrever medicações e nem solicitar internações.
• Nutrólogo: é um médico que fez uma especialização em nutrição (pós, mestrado) e após uma prova específica, recebeu a obtenção do título. Ele possui maior conhecimento de nutrição do que outros médicos, e é capaz de avaliar carências de nutrientes no organismo, além de tratar obesidade e infecções gastrintestinais. Como qualquer médico, pode prescrever medicamentos e dar orientações nutricionais (orientação é diferente de prescrição de dietas). Nenhum médico (nem mesmo o nutrólogo) está legalmente habilitado a prescrever dietas. O nutrólogo se diferencia mesmo do nutricionista no fato de poder prescrever medicamentos e de somente poder dar orientações alimentares gerais, como por exemplo: comer mais frutas, mas sem poder dizer o quanto de fruta aquela pessoa deve ingerir por dia. Já o nutricionista está capacitado para calcular e dizer o que e quanto aquele indivíduo pode comer.
• Endocrinologista: é um médico especialista em endocrinologia que tem como principal função, estudar o funcionamento dos hormônios no organismo humano. As principais áreas de atuação do endocrinologista são: o tratamento de diabetes, obesidade e alterações hormonais em geral (desordens da glândula tireóide, alterações do ciclo menstrual e outras doenças relacionadas à deficiência ou ao excesso de hormônios). Ele não está habilitado a prescrever dietas e assim como o nutrólogo, pode dar orientações alimentares gerais, sem especificações individualizadas e pode prescrever medicamentos.
Enfim, se deseja obter uma reeducação alimentar e uma dieta personalizada (individual) para seus objetivos (como emagrecer, ganhar peso...), o nutricionista é o profissional que deverá ser procurado. Nunca faça dieta por conta própria: não prejudique sua saúde.
2)    Muitas pessoas recorrem a remédios e suplementos para emagrecer, em sua opinião o que funciona? Qual é a forma mais saudável de se perder peso?

Muitas pessoas recorrem a remédios inibidores de apetite, ansiolíticos que auxiliam na perda de peso, mas quando param com o uso voltam a ganhar peso novamente, é o chamado efeito sanfona!!! A maneira mais eficiente para a perda e manutenção do peso é a Reeducação Alimentar aliada à atividade física! Perda de peso é matemática: se a ingestão calórica for maior que o gasto calórico, vai haver ganho de peso. Se o consumo for menor que o gasto vai haver perda de peso. Não existe mágica!!!!

3)    Nós conversamos sobre saúde e bem estar. O que falta na população em geral para acrescentar bons hábitos na alimentação?

Com a correria do dia a dia a população está optando por refeições prontas pela praticidade, no entanto esses alimentos ricos em gorduras, sódio e açúcar estão levando ao aumento da obesidade, diabetes e hipertensão. O que falta na população é o incentivo e a falta de informação. Acho de muita importância trabalhar o assunto de Alimentação Saudável desde a infância, idade em que estão sendo formados os conceitos, para que estes sejam levados para a vida toda.

4)    Com a internet, as mulheres têm o hábito de pesquisar sobre dietas da moda que prometem perda de pesa rápida. Como profissional, existe algum risco em longo prazo para seguir estas dietas?

Claro que sim. Existem muitas dietas malucas hipocalóricas e muito restritivas, que quando seguidas por um longo período levam à deficiência de proteínas, vitaminas e minerais, comprometendo o funcionamento adequado do organismo.

5)    E mais difícil tratar um paciente que queira perder peso ou um paciente que queira manter o peso?

A maior procura pelas consultas vem de pacientes que querem perder peso e uma minoria de pacientes que querem ganhar peso.
O Tratamento para ganho de peso é um pouco mais difícil pois em muitas das vezes o paciente não consegue alimentar de acordo com as quantidades propostas e desse modo o consumo de calorias fica menor que o gasto.
Já na perda de peso é mais fácil o tratamento, no entanto são poucos os pacientes que conseguem se manter firmes às orientações prescritas.
Após chegar ao peso adequado é necessário ter compromisso e continuar colocando em prática os novos hábitos e orientações aprendidas.

6)    Existe nos dias de hoje um estereótipo de beleza (Tipo Gisele), você tem visto paciente que apesar da perda de peso ainda se sentem insatisfeitos?

Isso é muito comum, no entanto a minoria da população tem um tipo físico equivalente ao das modelos. Não tem como ter essa comparação, pois a estrutura corporal óssea não tem como ser modificada com uma dieta balanceada e mantendo a pessoa saudável. Em casos mais severos as mulheres chegam a ter Transtornos Alimentares como a anorexia e a bulimia e necessitam de tratamento psicológico.



7)    A possibilidade de se manter uma dieta com um cardápio acessível e saudável é tentadora, porém, grande parte da população não pensa assim. O que falta para que esses dados se tornem públicos? Você acha que pode ser falta de informação? Como corrigir isso?

Com certeza é falta de informação! Será que é interesse das grandes marcas alimentares divulgar essas informações? Uma alimentação balanceada se baseia em alimentos variados, coloridos e em condições higiênicas para o consumo. Considero importante que os órgãos públicos façam essa divulgação frequentemente.

8)    O que mais você escuta em seu consultório? A maioria quer perda de peso? Reeducação alimentar?

A maioria quer perda de peso, porém não querem mudar os hábitos alimentares incorretos. Qualquer evento na vida das pessoas é motivo para cair em tentação e sair do Plano de Reeducação Alimentar.

9)    Acredito que a reeducação alimentar é a base para uma vida saudável (funcionou para mim), Você concorda?


É a maneira mais adequada, mas poucas pessoas conseguem entender, colocar em prática e levar para o resto da vida, todo esse aprendizado. Por isso é tão recorrente o ganho de peso! 

29 de janeiro de 2015

Finalmente Voltei, Muito tempo sem postar mas cheia de novidades para este ano de 2015. Depois de merecidas ferias,  muito estudo, pesquisa. O Bonequinha de Luxo está de volta com grandes parcerias e profissionais renomados, falando sobre saúde e bem estar, moda( Claro! ) , make de arrasar, editorias... E que comecem os trabalhos

1 de novembro de 2014

Primavera 2015
 Com a chegada da primavera a maior pergunta que todas as mulheres fazem é o que vestir pra ficar na moda? Hoje entrevistei  Jessica, ela é  vendedora da Loja Mirraz a mais de uma ano. Jessica é super antenada na moda além de ser uma ótima consultora apesar de não se intitular assim. Com feeling para o mundo fashion, ela montou alguns looks que valorizam a mulher brasileira e com preços acessíveis o que torna a produção mais interessante.
Ela  acredita para a mulher " moda é se sentir bem e confortável consigo mesma." Dona de um gosto peculiar, Jessica consegue atrair consumidoras por seu estilo único  e facilidade que tem para venda.
 Foto: Flavia Siqueira
Produção: Loja Mirraz
 A produção mostra as variedades da cor verde e como os looks são divertidos e elegantes.
Foto: Flavia Siqueira
Produção: Jessica
O look mostra a casualidade do short branco com a mistura de body em pedraria. Ideal para uma tarde com amigas.
Foto: Flavia Siqueira
Produção: Jessica
Adoro esta combinação pois a calça branca esta super em alta e tende a ficar por mais uma estação a blusa florida com pedras dá um look mais formal ao visual.
Foto: Flavia Siqueira
Produção: Jessica
Outra variação com aposta em short branco. Dobradinha que dá certo.
Todas as peças estão disponíveis a venda na loja Mirraz. O artigo foi feita para mostrar a versatilidade e eficiência dos profissionais da nossa cidade.
Recomendo cada peça. Ate a próxima.


31 de agosto de 2014

VESTIDOS DE FESTA SAIBA COMO USAR

Vale lembrar que é imprescindível pensar no look como um todo e não apenas no vestido. O cabelo, amaquiagem, os acessórios e o calçado devem estar em harmonia para que o seu visual fique bonito e sofisticado. Se você “pesar a mão” em um dos itens, aposte em peças menos “carregadas” nos outros itens.
E quando você pensa em “harmonia do look” esqueça a regra de combinar tudo da mesma cor, porque isso deixa o look muito exagerado. Se o vestido for verde, combine com uma bolsa dourada e um sapato preto. Usar tudo verde torna o visual poluído. Confira mais algumas dicas importantes e exemplos para te inspirar.
Estampados: Assim como no caso dos vestidos curtos, os vestidos longos estampados também precisam ser complementados com acessórios e calçados neutros. Desta forma, o look não fica exagerado. Uma dica é eleger 1 cor da estampa e usar no calçado ou na bolsa. E o outro item deve ser em uma cor neutra. Confira o exemplo:
look vestido logo festa estampado Vestidos de festa: como escolher o ideal para você

11 de agosto de 2014

10 peças que não podem faltar no Guarda roupa de uma mulher
Algumas mulheres não possuem um estilo definido, sentem-se inseguras quanto ao que vestir ou o que comprar. Falarei sobre como montar um guarda roupa inteligente capaz de atender tanto a mulher contemporânea quanto a conservadora mostrando roupas e acessórios que combinem com diversas situações. São itens básicos que não saem de moda e vão vesti-la da festa ao trabalho.
1)      Jaqueta de couro
Item essencial no guarda roupa feminino traz modernidade e ousadia em looks formais. Faz uma boa parceria com vestidos longos estampados.
2)      Scarpin de bico fino
E sexy e passeia por diferentes estilos. Compõe um visual mais requintado se usado com calça jeans e regata e para uma ocasião mais formal, completa muito bem um vestido de seda.
3)      Blazer
É a maneira mais fácil de sofisticar uma produção casual. É o item que melhor completa um look, a escolha do blazer preto é certeira, mas pode-se ousar em outras cores também.
4)      Clutch
Tanto faz se for preta, prata ou dourado é um acessório indispensável em festas e jantares mais chiques.
5)      Bolsa Neutra
Sempre tenha uma bolsa preta ou marrom. Elas combinam com quase tudo sendo super funcional.
6)      Camisa de seda
Pode ser branca, azul marinho em estampa floral ou geométrica. Sinal de elegância e sofisticação pode ser combinado com diferentes peças entre elas, jeans, calça de alfaiataria, shorts, saias etc
7)      Calça de Alfaiataria
Em minha opinião é uma das peças mais importantes no guarda roupa de uma mulher. Não importante o shape ou o tipo de tecido seja ele nobre ou mais estruturada.  Se combinada com uma T- shirt vintage e um colete ficam um visual super bacana para um jantar.
8)      Jeans escuro e sem lavagem
A peça deve ter caimento e ser adequado ao seu tipo de corpo. Os modelos bootcut ou flare são os mais democráticos ( ficam bem em quase todas as mulheres). O tom mais escuro é perfeito para o dia que se deseja um look informal mais arrumado.
9)      Pretinho básico
Peça fundamental! O vestido não sendo muito curto nem muito justo pode ser usado com um scarpin + brincos poderosos+clutch para uma balada e se trocar por uma sapatilha e uma pashima. Bolsa tiracolo transforma-se num look trabalho.
10)  Saia

Escolha a que fica melhor no seu tipo de corpo e que vai bem com o seu gosto. Pode ser lápis em couro ou longa de tecido. Combinada com uma camisa bota ou scarpin compõe diferente e estilosos looks.

15 de junho de 2014

Em tempos de copa... Como combinar as cores da bandeira


Muitas mulheres assim como eu, não aderem ao uso de camisetas do Brasil nos dias de jogo, então hoje falarei sobre como usar o azul, o verde e o amarelo e arrasar nos jogos do Brasil.
Na verdade acho as produções nestas cores muito mais legais do que as camisetas e acabam por criar um look mais elegante também dependendo do que você usar.

Fonte: Imagem
Se seu estilo é mais jovem e descontraído vai minha primeira opção: O short dá um tom mais informal combina bem com churrasco e diversão com amigos. recomendo este look para quem vai assistir aos jogos em casa.


Fonte: Imagem
Para aquelas mulheres que gostam de um estilo mais chique porque não optar por estes looks. Adoro o amarelo em produções, fica muito bonito. Pode-se trocar a blusa rocha por uma verde também em cetim , sapatos coloridas também transformam o visual.

Fonte: Imagem
Este look vai para aquelas mulheres que trabalham antes de assistir aos jogos, como forma de patriotismo cai super bem incorporar as cores da bandeira, não acham?

Fonte: Imagem
Meus looks favoritos, pois funcionam muito bem em qualquer programa que você tenha para a copa, seja em um encontro com os amigos , seja em para ver os jogos em casa. As peças são totalmente reaproveitáveis.
Essas variações de looks fogem do usual que é  calça jeans e camiseta do Brasil. As peças são funcionais para outras ocasiões também.

Cada opção de produção reflete o que as mulheres gostam e o que está na moda. o que conta é que no final o  mais importante  é torcedor , não concordam?