21 de fevereiro de 2015

Segunda parte da Entrevista com Maria Eugenia puro luxo!


1)    A mulher de hoje divide o tempo entre casa, carreira e família e também sente a necessidade de se manter em forma. Existe alguma dieta que se adapte ao cotidiano corrido deste tipo de mulher? O que aconselharia?

Não existe nenhuma dieta específica quando se trata de uma pessoa saudável!  A melhor maneira é buscar entre todos os grupos alimentares o EQUILÍBRIO, a VARIEDADE e a MODERAÇÃO. Lembrando que as refeições devem ser feitas a cada 3 horas e a atividade física não pode ser esquecida.

2)     Pacientes que passam por um processo de grande perda de peso, geralmente não querem engordar novamente. Para esses pacientes específicos, você acha que eles conseguem viver de forma saudável?

A maioria dos pacientes que perdem muito peso permanecem com o peso adequado por muito tempo. Geralmente a pessoa com sobrepeso/obesidade continua com a “cabeça de gordo” e após um período ganham peso novamente. Por isso é tão importante o trabalho de Reeducação Alimentar e o tratamento multidisciplinar.
Uma minoria consegue manter o peso, mas muitas das vezes adquirem transtornos alimentares e hábitos alimentares incorretos desencadeando deficiências nutricionais, desse modo não conseguem ter uma vida saudável.

3)     Mesmo a mídia mostrando as modelos plus size, você acha que ainda o sonho de toda mulher e ser magra? Até quando ser magro é saudável? (Me de exemplos, tipo altura e peso ideal)

Não acho não. Mesmo porque cada pessoa tem um tipo físico e não tem como todo mundo ser igual. Estar um pouquinho acima do peso não traz prejuízos à saúde e a pessoa consegue ter uma vida normal.
Além do mais nem toda pessoa magra é saudável, pois esta pode ter uma genética favorável à magreza e no entanto ter vários problemas de saúde (diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia, etc.).
Vejamos alguns exemplos: IMC = Peso / Altura x Altura
Uma mulher de 1,60m pesando 58 kg. Seu IMC (Índice de Massa Corporal) é de 22,6 Kg/m² considerado Peso Normal.
Já uma outra mulher de 1,60m pesando 70 Kg tem o IMC de 27,3 Kg/m² considerado com Sobrepeso.
Outras duas mulheres com o mesmo peso 65 Kg e medindo 1,65m e 1,50m terão o IMC diferente:
Primeira – Est. 1,65m  e Peso 65 Kg tem IMC de 23,8 Kg/m² = Peso Normal
Segunda – Est 1,50m e Peso 65 Kg tem IMC de 28,8 Kg/m² = Sobrepeso


IMC (Kg/m²)
Classificação
≤ 18,5
Baixo Peso
18,5 a 24,9
Peso Normal
25 a 29,9
Sobrepeso
30 a 34,9
Obesidade Grau 1
35 a 39,9
Obesidade Grau 2
40 a 44,9
Obesidade Grau 3
≥ 45
Obesidade Mórbida

Atendo na IMED (Instituto de Medicina Avançada)
Rua Presidente Kennedy, 634. Centro. Telefone: 3331-0244
Nutricionista formada pela Unipac Barbacena / Pós graduada em Nutrição Clínica e Obesidade e Emagrecimento/ Personal Diet realizando atendimentos domiciliares




Nenhum comentário:

Postar um comentário